Esta decisão veio do Tribunal Supremo, agora as lojas não serão permitidas a deixar os consumidores façam a pré-venda de um jogo cuja data ainda é desconhecida.

A gota de água desta decisão foi o caso da pré-venda do Samsung Galaxy S6, isto em 2016.

Tecnicamente na opinião do Tribunal, apenas ter o produto como “disponível em breve” não é suficiente para assegurar o período de entrega ao cliente em questão.

Vale mencionar que isto é só para jogos em que a sua data de lançamento é incerta.

Fonte Artigo:

Share this Post

Deixar uma resposta