Entrevista ao vencedor da 1º GOLD CUP FIFA TD Miguel “Mlda1998” Antunes – “Ter vencido foi realmente um misto de sorte e skill”

Entrevista por: Francisco da Silva Santos – FIFA TD

Saudações! Com a transição do FIFA 18 para o 19, também a FIFA TD começa uma nova temporada desportiva cheia de novidades, a temporada do FIFA 18 foi marcada por um crescimento exponencial nas competições da FIFA TD, competições estas que cada vez atraem mais e melhores jogadores.
A última competição da época 2017/2018 foi a Gold Cup que contou com 64 jogadores, esgotando assim todas as vagas em “meia dúzia” de dias, sendo que cerca de 100 jogadores tentaram escrever-se. A competição foi ganha pelo jogador do União de Leiria eSports, Miguel “Mlda1998” Antunes que até então era desconhecido na comunidade de FIFA 18.

Parabéns pela tua conquista. Podes falar um pouco sobre ti e sobre o teu percurso nos eSports?
Sou o Miguel, tenho 19 anos e sou Aruil, uma aldeia nos arredores de Sintra. Creio que o meu primeiro torneio foi de Pro Evolution Soccer 11 modo offline com custo de entrada de 20 euros, fiquei em 2 e ganhei uma cadeira com umas colunas brutais.

Como ingressaste a equipa de FIFA do União de Leiria?
Após esse ano eu troquei para o FIFA e só o ano passado é que voltei à cena competitiva, que após entrar num torneio online para recrutar os membros da união de Leiria eu viria a ganhar e fazer parte da organização.

O que significa para ti a conquista da Gold Cup da FIFA TD?
Sinto que a conquista da Gold Cup é no final de tudo um motivo de orgulho pois joguei contra grandes jogadores e ter vencido foi realmente um misto de sorte e “skill”, deixando aqui os parabéns a todos os jogadores que participaram, pois, foi um grande torneio.


Qual a tua opinião acerca dos projetos da FIFA TD?
Acho muito inovador os projetos da FIFA TD pois não há muito a cena competitiva em Portugal a níveis semiprofissionais/ amadores por assim dizer.

Agora que o FIFA 19 saiu qual a tua opinião sobre o jogo?
Quanto ao FIFA 19 já tenho algum tempo de jogo no UT e sinto que este ano o “grind” pode ser recompensado em comparação a anos anteriores que o pay to win era decisivo, quanto ao gameplay ainda me estou a habituar, mas sinto que sem dúvida a fluidez de jogo melhorou.

Quais as tuas expetativas para o futuro relativamente à tua carreira no FIFA?
Para terminar e responder a última questão quero apenas dizer que não faço da minha carreira uma “prioridade” pois existem coisas mais importantes como a faculdade e o trabalho, mas obviamente que enquanto conseguir jogar FIFA e entrar em alguns torneios vou fazê-lo e jogarei para ganhar obviamente.

Link FIFA TD:

[Total: 0    Average: 0/5]
Share this Post

Deixar uma resposta